passarola quer voar: Março 2010

quinta-feira, março 11

Hoje é dia de MONSTRA!!!!!

Arranca hoje o festival e eu já fui aqui ao vizinho Museu da Marioneta buscar um programa e aproveitei para me inaugurar logo no festival com um passeio pelos bastidores da curta Desassossego de Lorenzo Degl'Innocenti, que recomendo. Aiiiiiiiiiiiiiiii que vontade de saltar lá para cima e brincar aos bonecos… e também de ver o resultado final daquela brincadeira toda! Este só vai passar na sessão de encerramento mas, até lá, há uma programação variadíssima cheia de coisas boas para ver. Estreias, competições, retrospectivas, monstrinhas para os mais pequeninos, uma sessão de homenagem ao Vasco Granja para matarmos saudades de quando éramos mais pequeninos (Dom 14, 18h45, Cinema City Alvalade), e muitas sessões especiais dedicadas às mulheres na animação, aos músicos, aos produtores e até aos argumentistas (Dom 14, 19h S. Jorge)!!!!!!!! Ena! Ena! Ena!
Vão também passar o Mary e Max que eu adorei e recomendo vivamente (Sáb 13, 21h, S Jorge). Ide aqui ao site oficial buscar o programa completo e correi a comprar bilhetes para o que querem ver… não façam como eu que no ano passado fiquei à porta de muitas sessões esgotadas… :S
Vêmo-nos mai logo? :)

Etiquetas: , , , , ,

terça-feira, março 9

A Criatura do Poço – 5

- Agarra o elevador, espera por mim… Obrigado! Vais à cave ter com a malta da brigada?
- Vou. Acabaram de chegar.
- Vou contigo. Vim do gabinete dela. A gaja é louca! Alguém tem que a convencer a ir a um hospital.
- Não vale a pena, já tentei… Ia-me matando porque a trouxe de volta. Diz que está óptima e acho que por ela, tinha-se enfiado mesmo dentro do poço…
- Ainda por cima grávida… O que é que disseste ao chefe?
- Ainda não disse nada. Ela fez-me prometer que não contava porque ainda não lhe contou que estava grávida e se eu disser o mais certo é mandarem-na para o laboratório para ser analisada… E pimba, é apanhada e vai direitinha para casa de licença…
- Foda-se! Tu é que és louco!!! Tu viste-a engolir uma cena qualquer que saltou do poço directa à boca dela… e não vais dizer nada ao chefe… Ela não foi analisada quando chegou?
- Não. Eu ainda não disse nada… não quer dizer que não vá dizer. Quando escrever o relatório… E tu vê lá se fechas essa boca até lá.
- Tu és louco! E se ela tiver uma bactéria, um vírus, uma merda qualquer que passe para nós. Já pensaste nisso?
- Não mas… se ela tiver eu também já tenho, fui eu quem a trouxe… Se eu já tenho, tu também já tens… Estás preocupado com os outros, podes sempre atirar-te da janela abaixo para matar a coisa… É isso que queres?…
- Foda-se!!! Tu és completamente irresponsável. Devias tê-la deixado lá, a brigada que a trouxesse com as outras criaturas.
- O que é que queres? Nem pensei… Pareceu-me ver qualquer coisa a entrar-lhe na boca, mas foi tão rápido que não percebi nada. Depois vi-a cair, fui logo agarrá-la. Queria trazê-la para aqui antes que fosse tarde demais… Estava com medo que ficasse como os outros…
- Tu continuas apanhadinho por ela e estás a pôr as nossas vidas em risco… Se eu apanhei alguma cena por tua culpa, foda-se…
- Vamos é ver essa caixa que eles desenterraram, pode ser que nos dê alguma pista…
- Não percebo como é que estás tão calmo.
- Ela está bem, eu conheço-a. Se tivesse alguma coisa eu já tinha dado por isso. E antes disso, tinha ficado desfigurada como os outros e nós com ela…
- E porque é que achas que não lhe aconteceu nada?
- Por causa dos óculos, claro!
- Achas que é esse cubo branco que faz isso às pessoas?
- Não faço ideia. Foi a única coisa que encontraram lá em baixo mas não sei porquê estou com um pressentimento que não é isso que andamos a perseguir e que amanhã vai aparecer num poço novo.
- Tu estás com essa porque achas que é uma criatura viva e o cubo é um objecto… Mas pode não ser. Afinal, alguém conseguiu descrever o que anda lá por baixo?
- Hum… Eu acho que este cubo foi deixado lá de propósito. Uma cena branca de 15 por 15, sem entradas nem saídas… Pode ser uma cena qualquer para nos espiar.
- Que merda é esta? A porta não abre. O elevador encravou?
- Foda-se! Ouviste… Lá fora?
- Aconteceu alguma coisa. ABRAM A PORTA!!!! Tens a arma?
- Afasta-te, vou disparar para abrir.
- Foda-se!
- Está tudo morto…
- Ali… Ele está a mexer-se.
- O que é que aconteceu? Quem é que fez isto?
- O cubo… levaram o cubo.
- Foda-se! Não morras agora!!! Quem é que fez esta merda? Como é que entraram aqui? Para onde é que eles foram?
- Calma, meu. Não vale a pena… Ele já morreu. Vou chamar a segurança.
- Foda-se!
a ser continuada...

Etiquetas: , ,