passarola quer voar: Julho 2007

terça-feira, julho 31

AAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!

JÁ SAIU!!!!!!!!!! Estava eu a sentir-me como se tivesse sido atropelada por um camião de TIR, a pensar se ia esquecer as batalhas angustiantes do dia, na cama com um bom livro ou a emborcar uma garrafa de vinho sozinha na varanda (felizmente os meus pais andam de férias por aí) quando descobri uma coisa fantástica!!!!
A minha editora tinha-me ligado hoje a dizer que os meus livritos já tinham chegado da gráfica e que me queria enviar os exemplares a que tenho direito, mas não sabia a partir de quando é que iam ser vendidos... só porque sim, resolvi ir espreitar à página da Verbo se já lá estaria alguma informação sobre o livro... e.... Eis que o PRÓPRIO DO LIVRO já lá está!! Aqui!! Para vocês poderem todos comprar!!! :)

Fiquem aqui com um cheirinho e cliquem para aumentar:

Agora já me sinto com mais energia para comemorar a difícil escritura da minha casa. Curioso que tenha feito a escritura, num processo tão difícil até ao último minuto – 3 horas de escritura, adiada 3 vezes, com muitas complicações em todas as fases do processo – no dia em que o meu livro sobre a história de uma casa, é posto à venda!!! E foi escrito há quase dois anos atrás, nem eu sonhava que o livro ia sair ou que eu ia comprar casa e que essa aquisição ia ser tão difícil!! Estas coincidências........ !!!!

Agora só me resta uma hipótese: Ir apanhar a bela da bebedeira de vinho para a varanda dos meus pais.

Yuuupiiii!!!!!!

Etiquetas: ,

segunda-feira, julho 30

Olhem lá, olhem lá, olhem lá, olhem lá...

...a primeira emoção da noite depois de um dia frustrante de praia paradisíaca, atacada por uma filha de dez mil éguas, renite alérgica!!! E o primeiro sinal de uma noite fantástica:

Estávamos à porta de um hotel à espera de amigos, eu ainda de nariz dorido, estômago vazio e metade de rolo de papel higiénico no bolso (já tinha dado conta do stock dos lenços de papel que tinha levado) e a companheira da franja Claudiana, com um problema de franja rebelde que teve de ser domada com ganchos... quando pára uma carrinha à frente dos nossos olhos. Reconheci logo as personagens do vídeo dois posts abaixo e cotovelei logo a Claudiana – Olha a pontaria – disse-lhe eu, ainda meio knock out da praia e dos espirros. Cumprimentaram-nos com uns hellos e foram entrando para o hotel, e saindo para a porta e entrando e saindo... e eu já cheia de vontade de meter conversa... mas a sentir que não estava num daqueles dias de extroversão espontânea pelo que as palavras não me chegaram rapidamente ao cérebro e da boca não saía nada. Estava a ver que não encontrava a lata necessária quando o vocalista se encostou à parede mesmo ao nosso lado e acendeu um cigarro... não podíamos desperdiçar a oportunidade e, mesmo com a voz meio insegura lá me saiu um - Are you going to make us jump, tonight, with your music? – Ao que o vocalista, também um bocado intimidado me respondeu – We hope so... Are you going to see us? – Off course!! – respondi-lhe logo, ainda sem saber como dar continuidade à conversa...

E pronto, o Eugene apresentou-se, perguntou-nos os nomes, deu-nos dois beijinhos explicou-nos que vinham da fucking Norway e que estavam zangados com a fucking Barcelona e que Lisboa é que era! Começou a fazer-nos perguntas sobre Lisboa... se havia bons clubs, como é que era o nível de vida, quanto é que custava uma renda de uma casa e outras informações úteis... porque, diz ele, querem vir morar para Lisboa. No meio da conversa lá tive que o atormentar com um – I’m sorry... but, can I take a picture with you? – Acompanhada da graçola do, sendo eu baixinha e tu alto, a foto só pode ficar fantástica!! E lá trouxemos, as duas da franja, a prova da nossa primeira aventura da noite. Desejámos um bom concerto, fomos jantar e nem sonhávamos que ia ser tão bom.

E foi tão bom!!!!

Por tudo. Pela música deles que é muito melhor do que qualquer expectativa que criei, com uma misturada de influências e força e energia que não dava mesmo para parar de saltar; pelo público do festival, de todas os géneros e idades e com uma vontade de festa contagiante; pela temperatura da noite; pelo castelo; pela lua cheia; pelo fogo de artifício; pela chuva de papelinhos; pelo mosh não violento que alastrou por todo o espaço do castelo e para o qual contribuímos, mesmo à frente do palco; pelo entusiasmo com que os Gogol Bordello foram recebidos pelo público que não os deixava sair; pela emoção dos Gogol Bordello que não estavam à espera de uma recepção tão calorosa e não queriam deixar o palco... e voltavam, e voltavam e voltavam e ainda teriam voltado mais se a organização os tivesse deixado... No final estávamos todos de rastos... do género “toquem mais, toquem mais, toquem mais”, mas, mais uma, e caímos todos para o lado do cansaço de um concerto, não sei de quanto tempo, sem parar de saltar. Foi maravilhoso!!! Uma troca de energias e de calor como já não via há muito tempo.

Depois fomos todos em carneirada até à praia, onde a festa continuou com o Señor Coconut e a sua orquestra, vestidos a rigor e em grande estilo... Quais descanso... os ritmos convidavam à dança, e mesmo quando o concerto acabou, os dj’s arrancaram logo com mais andamentos kusturikanos que avisavam que a noite ainda não estava perto de acabar. E não estava.
Eram sete e tal da manhã quando rumávamos para a residencial e olhámos para trás para ver um recinto e uma praia cheia de gente aos pulos, com pouca vontade de ir dormir. Hoje ainda me doem todos os músculos do corpo... mas esta noite eu não vou esquecer. Nem o planeta Claudiano, como podem ler e ver aqui.

Os Gogol Bordello vão estar em Paredes de Coura... não percam, a sério. Foi o CONCERTO do ano!!!

E agora... adivinhem lá quem foram as últimas pessoas que os Gogol Bordello viram antes de sair... nem mais, eu e a Claudiana, a caminho do pequeno almoço/almoço, por uma rua traseira mais deserta, e pimba... a carrinha da banda de partida... Ele há sortes!!! ;)

domingo, julho 29

Chegaram a ir ver as urgências?

Não? ...Nem sei como dizer-vos o que perderam...

Eu tinha agendado para quinta feira passada. Por causa de um problema técnico tiveram de cancelar o espectáculo e todos os que, como eu, tinham comprado bilhete, foram muito bem informados e tratados, com a possibilidade, ou de reembolso, ou de trocar o bilhete por outro dia com oferta de um bilhete extra. Eu já sabia que ia para Sines e o único dia possível era o Domingo... significava, dormir poucas horas (se a noite fosse tão boa como se veio a confirmar, ainda melhor que qualquer expectativa), não ir à praia nesse dia e fazer um regresso antecipado para chegar a tempo do espectáculo. Levei os bilhetes na mala, naquela... se der deu, se não der não deu. E ainda bem que fiz para dar!!! Porque tive algumas surpresas muito boas...
Primeiro com o “Duas Estrelas” do Rui Cardoso Martins... um texto que me deixou com uma vontade enorme de escrever! Fiquei curiosa, quero comprar o livro dele e é mais um nome que vou seguir atentamente. Mais, e logo aí, o trabalho de actor Fernando Luís, que conhecia mal, só da televisão e que achei mesmo MUITO BOM!! Depois... a grande, grande surpresa que foi o “Pum o Tiro” do José Luís Peixoto. Foi a loucura, fabuloso, a todos os níveis!! De originalidade, de texto, de encenação, de representação, de direcção artística... eu AMEI!! Só este bocadinho já valia a viagem!!! Mas houve mais. Houve um final em grande, com a “A dispersão ou simulacro de urgência” do Joaquim Horta, houve o trabalho dos dj’s em palco, houve todo o trabalho fantástico de toda a equipa que eu vou continuar a querer seguir, todos os anos!! Há sempre alguma surpresa guardada, é sempre um estimulante criativo, vale sempre a pena!

E pronto... hoje foi o último dia... já não posso dizer-vos nada que não tenha dito atempadamente :)

e quanto à noite de ontem em Sines, foi tão, tão boa, que me deixou completamente exausta e vou ter que guardar para amanhã o relato... é definitivamente outra experiência a repetir nos próximos anos. Um fim de semana para encher a barriga de coisas boas!!! :)

Etiquetas: , , , , , , ,

quinta-feira, julho 26

Eu estava indecisa...

quarta-feira, julho 25

A Radar hoje deu-me duas prendas!!!!!

A primeira, a escolha do Filipe Homem Fonseca para palrar com a Inês no próximo Fala com ela!! As ferramentas que o Filipe me deu no workshop que fiz com ele, já lá vai mais de um ano, continuam a ser a minha bíblia para trabalhar!!! No processo de construção das minhas histórias, consulto-as vezes e vezes sem conta, para perceber o caminho que quero seguir ou para descobrir o que é que lhes falta... para tudo!! Obrigada mestre!! Vou ouvir-te... se ainda não gravaste, encaixa lá um Olá passarola para poder gabar-me que já falaram de mim na rádio!! Eheheheh!

A segunda foi ouvir Sean Riley & The Slowriders na Agência Lusa. Fiquei mesmo feliz quando soube que iam fazer a primeira parte da Aimee Mann no Coliseu, acho que não havia melhor escolha, acho que a Aimee Mann os vai adorar. E foi para mim um prazer, entrar no carro, e ouvir na minha estação de rádio, o Moving On, um tema lindíssimo que podem ouvir na página deles no Myspace. Não vos desejo um bom concerto, porque tenho a certeza que vai ser!!!! Parabéns!!! :)


Obrigada Radar!! Obrigada Inês!!! Obrigada Pedro Moreira Dias!!!

Etiquetas: , , , ,

terça-feira, julho 24

Curti...

... a sugestão Zé Pedro Rock & Roll de hoje...

Gostei!!!!!

segunda-feira, julho 23

Girl power!!!!

... ou o lado B das músicas de gajas. Agora com mais atitude, mais power, mais fuck!!!
Eu e a claudiana estamos a fazer as nossas selecções no IMEEM... e até agora lembrámo-nos praticamente dos mesmos nomes...

assim numa de batota, não me querem ajudar a aumentar a minha playlist para ser maior que a dela... eh eh eh eh!! ;)



e também podem deixar sugestões para o lado A... aí no post anterior, ainda não chega para encher um Cd :)

sábado, julho 21

Hoje, só dou ouvidos às cantigas delas...

quinta-feira, julho 19

E este blog faz um ano!!!!

O que é que me levou a espreitar o primeiro post que escrevi aqui, não faço a mínima ideia, mas olhei para a data e... pimba... um anito de vida!!! Ele há coisas!!!

Aqui fica o primeiro ensaio para o boneco da passarola, feito pela amiga ilustradora, companheira da gangue das franjas, Ly...
uma passarola em fogo... nem eu sonhava a quantidade de explosões que ia viver num só ano... é mesmo caso para dizer fogo!!! :)

E foi assim que o blog nasceu... só por causa do boneco da passarola...
:)

E vem aí mais horror......

You know where you are?

Hoje é que A Minha Grafonola me conseguiu levar direitinha numa viagem no tempo. De repente, fiquei com 16/17 anos, no bar de uma escola onde se bebia muita cerveja, fumava muita ganza, jogava muitos matraquilhos... e ouvia-se muito disto...



..... You’re in the jungle, baby...

terça-feira, julho 17

É o horror!! É o horror!!!

Este fim de semana tive um sonho estranhíssimo. Andava a passear por uma cidade meio vazia e andavam umas criaturas monstruosas, a maioria meio esqueleto/ corpos em decomposição, outras meio vampirescas/morcegas, todas vestidas de vestes compridas, pretas, rasgadas, que se deslocavam como se tivessem rodas nos pés. Eu acho que andavam em patins e em skates, daqueles velhinhos do meu tempo back to the future, mas esta parte já não posso garantir. Mas lembro-me bem das figuras esqueléticas e esfarrapadas a deslocarem-se numa espécie de círculos em largos e avenidas vazias. Eu já tinha conseguido passar por uma série delas mas de repente, cheguei a uma rua mais estreitinha onde andava uma bruxa também em círculos. Estava montada numa vassoura, mas também circulava sobre rodas e para meu azar, exactamente por uma zona onde eu tinha mesmo de passar p chegar a casa. Ainda estudei a rotação dela, de forma a poder correr quando estivesse noutra ponta onde já não me conseguisse alcançar. Preparada, largada, fugida... desatei a correr e o raio da velha bruxa mudou de direcção e veio exactamente contra mim. Roçou-me com força num dos braços e ainda me levou um bom naco de carne do ante braço. Continuei a minha corrida e cheguei, um bocado ensanguentada, sim... mas sã e salva a casa.
Continuei provavelmente a sonhar e a dormir como se não tivesse passado nada e quando acordei tinha a imagem forte, mas como se tivesse visto num filme e não passado por lá, nada assustada ou angustiada.

Já tinha pensado escrever aqui para ver se alguém me ajudava a perceber o que raio é que anda pelo meu inconsciente para ter sonhos destes, mas tive medo que me levassem logo para um manicómio (ou me proibissem de escrever para crianças) e deixei estar...
Hoje de manhã percebi... é que eles já voltaram a espalhar o horror por aí...... :S


Depois de um looooonnggooo e doloroso período de interrupções, o Horror iNominável voltou a espalhar-se!!! Quem não conhece, primeiro... tem mesmo de conhecer; segundo, comecem pelos episódios anteriores para não estragar o fim da história; terceiro... o que é que estão à espera para o subscrever???

E agora vou acrescentar uns pormenorezinhos queridos à historiazinha que estou a escrever para criancinhas
AH! AH! AH! AH! AH! AH! .........

Hoje à noite fui rever a história de um dos meus livros favoritos...










A única certeza que tinha, é que ia gostar da montagem... e acabei por ter uma agradável surpresa. Ainda vai ficar pelo S. Jorge mais uns dias... vão lá espreitar. :)

domingo, julho 15

Não era uma bela maneira de acabar o fim de semana?

sábado, julho 14

Amanhã é dia de eleições cá por Lisboa...


... e eu nem sei dizer quando é que comecei a ficar tão desinteressada do quem são os candidatos e o que é que têm para dizer... é como se já não valesse a pena...
Mas a malta também não pode encolher os ombros e dizer que não tem nada a ver com isso... é a nossa cidade. Para mim, é a cidade onde nasci e vivi a minha vida toda. A cidade onde eu gostava de ter qualidade de vida, onde eu gostava de ver as coisas funcionar, onde eu gostava de querer continuar a morar...
Por isso vou lá dizer que me preocupo. Façam o mesmo!!

sexta-feira, julho 13

Posso registar a hora da morte?

- Não...ainda não!! Dê-lhe mais um bocadinho, senhor doutor...
- Para quê? O paciente está a morrer...
- Não pode ser... tem de haver uma solução...
- Com este doente... é impossível. Era preciso que aceitasse uma vida mais regrada, acomodada, com menos emoções...
- Eu acho que ele é capaz...
- Você conhece-o bem... quer sempre aventura, novidade, gulodice, paixão, desejo... e isso...
- Eu sei, não dura sempre...
- E então... posso?
- E depois? Como é que eu vou viver sem coração?

Etiquetas:

quinta-feira, julho 12

Tenho a felicidade...


... enguiçada

A noite foi brutal!!

Os Mudhoney arrasaram... e eu gostava de ter a desenvoltura cultural rockeira suficiente para poder descrever o que se passou ontem à noite... mas vou ter de deixar isso para quem perceba do assunto :) só sei que foi uma onda de energia, adrenalina, calor, calor, calor... muito calor... numa casa completamente aos saltos (em boa hora me lembrei de assistir ao concerto do balcão... era capaz de ficar com algumas maselas na plateia...) Foi demais!! Hoje doeu acordar às oito da manhã (à minha espera no museu, 60 crianças aos gritos :S socorro!!) mas ainda bem que fui...
Até porque tive mais uma oportunidade de ver os d3ô, também num concerto brutal, sempre a abrir, com muito suor, sangue e... ok... faltou a parte do strip... (não quiseram entusiasmar demais as fãs de mudhoney, é compreensivo... ;)

Por falar em tirar roupa, ainda não vos tinha mostrado estas imagens que fiz dos d3ô em Tavira, porque não acho que estejam à altura dos concertos deles...

Por acaso levei a câmara, por acaso comecei a filmar um bocado na brincadeira e depois fiquei sem fazer puto de ideia do que fazer com as imagens recolhidas... até porque as minhas imagens recolhidas aos bocados receberam logo críticas do pessoal que queria ver e ouvir uma música do princípio ao fim... sorry!!

Depois de várias tentativas, lá consegui fazer uma montagem que não me desgosta de todo e acrescentar umas brincadeiras passaroladas no fim... e por isso, olha, quer gostem, quer não gostem... aqui está ela...
e qualquer coisa que não vos soe bem, a culpa é minha e não dos d3ô... pode ser? ;)

quarta-feira, julho 11

E lá está...

onde faço uma pausa na semana, para esticar a coluna e abanar o capacete!! :)

Bora??

segunda-feira, julho 9

E pronto...

aqui começo uma nova semana...

sexta-feira, julho 6

Para não dizerem que não conhecem...

isto é o aperitivo:



O resto do ensopado de borrego (Soaked Lamb), podem saborear às 22h de hoje na Fnac do Colombo. Vão lá espreita-los e eu aposto que não resistem a trazer o CD para casa.

E quanto às Urgências, de certeza que conhecem o José Luís Peixoto, que já vos tenho visto escrever sobre ele nos blogs, e a Inês Menezes que, ou muito me engano, ou é a voz simpática que nos acorda todos os dias. Quando for ver, conto-vos mais.

Por hoje, e porque a temperatura à noite deve estar excelente, acho que vou passear até aos Jardins de Belém

Etiquetas: , , , , , , ,

quarta-feira, julho 4

É urgente!!!

1. Ir à Fnac comprar o DVD da série Bocage...
... lembro-me quando passou na TV de ter visto o primeiro episódio e de ter pensado... Boa!! Finalmente uma boa série histórica na televisão portuguesa, com boa imagem, bons diálogos, ritmo, humor, bons actores, tudo o que bem misturado faz desta uma excelente série... e depois lembro-me da minha frustração de só ter conseguido apanhar mais um episódio quase no final, porque passava ou à sexta ou ao sábado, noites em que só fico em casa a ver televisão se estiver mesmo muuuito cansada!! Agora não vou perder a oportunidade de ver os episódios todos seguidinhos... e de os poder rever muitas vezes. Vou comprá-lo já e guardá-lo (esperemos que por pouco tempo) para estrear as noites a ver dvd’s na casinha nova...

2. Não sair da Fnac sem comprar o CD dos Soaked Lamb...
Também já aqui falei deles, fui ver há alguns meses atrás uma apresentação em Almada, sabia que o CD estava para sair e estava atenta para o poder comprar e divulgar em primeira mão... entretanto com os passeios e as contrariedades da vida, o CD foi lançado e eu nem dei por ele... este, desconfio que não espera pela casa nova... vou pô-lo a rodar aqui na aparelhagem, assim que o comprar!! :)



3. e claro... ir ver as Urgências ao Maria Matos!!

Fui ver as duas edições anteriores e vim sempre agradavelmente surpreendida. Gosto do formato, gosto do conceito, tenho gostado de grande parte dos autores e dos actores... já está marcado na agenda.

Etiquetas: , , , , , ,

Landing

Depois desta aterragem dolorosa, entre o agarrar-me ao trabalho que ficou em atraso e o tentar não pensar que ainda não é em Julho que vou para a minha casa nova (aliás, vou já acabar com o contador que começa a ser angustiante demais)... só hoje é que me lembrei que tinha trazido do voo as páginas dos passatempos da revista que a Vueling oferece a bordo, e que me fizeram rir à fartazana.... principalmente na viagem para lá, pois que para cá já vinha mais tristonha....................

Entre ditos adaptados ao nosso tempo, tipo, “A ipod regalado, no le mires el teclado”,
a sugestões de brincadeiras: “ Prove the strenght of your gaze! Stare at the back of the head of the person in front of you until they turn around.” ...
Ou... (adoro esta!!!):
“Look after your fellow passengers! Ask each person who comes back from the bathroom “how was it for you?” (lindo!!!)

... Até a cartas infalíveis de cortejo para ler ao passageiro mais atraente, à chegada ao destino “Encantadora persona sentada en el assiento número....” (estive tentada, estive...;)
... ainda me diverti um bocado. (eu e os passageiros do lado que me viram para ali a rir sozinha e acharam que era maluca)
Trouxe as páginas comigo para tentar descobrir quem fazia o grafismo e a bonecada e aqui estão eles. Vão espreitar e digam-me lá, se num estudo de opinião sobre o voo vos saísse esta pergunta: ¿Qué es lo que más te ha gustado de Vueling y quieres que sigamos haciendo? Se não respondiam logo OS PASSATEMPOS!! OS PASSATEMPOS!! :)

domingo, julho 1

De vuelta... snif snif...

A última música no Apolo...



um carimbo no pulso para poder entrar de volta... pois...

... abraços e beijinhos, o último brinde para a despedida, amigos velhos, amigos novos... hasta pronto... mais casas onde posso ficar na próxima visita. Mochila às costas, saco de regalos na mão, último passeio... metro, comboio, avião... e táxi para a porta de casa dos pais. Barcelona a 100%... quero voltar!!!
E agora... o sono adiado. Até manhã! ;)